fbpx
Escolha uma Página

Seu site não está aparecendo na primeira página do Google quando você digita palavras-chaves relacionadas ao seu nicho de mercado? Sem dúvida, isso é um problema para quem pretende rankear no Google, ou seja, conseguir uma boa posição nos resultados de pesquisa.

Saiba que uma das questões mais importantes no universo do SEO são os fatores de posicionamento que o algoritmo de classificação do Google considera. 

Por isso, as empresas estão constantemente em busca dessa resposta para melhorar seu alcance orgânico. Mas, se você ainda não sabe o que é SEO, vamos explicar. Em resumo, SEO significa otimizar seu site para os motores de busca da internet, como o Google, por exemplo.

O Google valoriza alguns fatores para determinar o lugar que um site deve ocupar na sua página de resultados. Embora o Google mantenha em segredo os fatores de classificação oficiais, a chave para uma classificação empresarial mais elevada não é tão misteriosa quanto parece. 

Muitos desses aspectos são pouco conhecidos, mas existe algumas orientações comprovadamente eficazes para rankear no Google. Confira!

1 – URL amigável

O primeiro dos fatores de classificação de SEO tem a ver com a URL (endereço virtual do seu site). Especificamente, aquele que os robôs do Google podem facilmente alcançar e rastrear.

Em outras palavras, o Google deve visitar a sua URL e examinar o conteúdo da página para começar a entender do que se trata. Portanto, o endereço do seu site deve ser simples, fácil de lembrar e que leve o usuário exatamente aonde ele deseja na sua página.

2 – Melhorar a velocidade da página

A velocidade de carregamento da página é um dos principais fatores que você deve considerar para rankear no Google. O Google quer melhorar a experiência dos usuários da web, e os sites de carregamento rápido ganham vantagem. Então, revise seu site para verificar se as páginas estão abrindo rapidamente.

3 – Otimize seu site para dispositivos móveis

Cada vez mais as pessoas estão usando o celular e outros dispositivos móveis para acessar sites na internet em busca de produtos e serviços. Esse é um dos motivos pelos quais houve mudanças na forma como o Google classifica os resultados de pesquisa. A facilidade de uso agora é um elemento importante para conquistar uma boa posição na primeira página do Google.

5 – Desenvolva conteúdo de qualidade

O conteúdo é um dos três principais fatores de posicionamento. O algoritmo de pesquisa do Google é baseado em palavras-chave, é o que ele usa ao pesquisar informações.

Um fator negativo de classificação de SEO a considerar é conteúdo duplicado ou de má qualidade. Para o Google, textos originais e relevantes são sempre melhor.

A intenção de pesquisa também é importante para otimizar o conteúdo. Isso significa entender o que as pessoas realmente procuram ao digitar alguma palavras-chave.

Embora o conteúdo relevante para o que as pessoas estão procurando seja o mais importante para rankear no Google, há pesquisas que mostram que a duração da pesquisa também é fundamental. 

Dicas adicionais para rankear no Google

Para melhorar a classificação do seu site nos mecanismos de pesquisa da internet é preciso considerar o seguinte:

  • Use frases-chave nos títulos das páginas.
  • Use tags de título para mostrar a hierarquia de conteúdo. Se o título estiver formatado como h1, use h2 ou h3 para as legendas.
  • Crie uma meta descrição que atraia leitores e inclua sua frase-chave.
  • Use frases-chave em tags alt de imagem para mostrar que são relevantes para o conteúdo principal.

O Google usa inteligência artificial para classificar melhor as páginas da web. Então, os sinais que afetam a classificação do seu mecanismo de pesquisa são:

  • Taxa de cliques – Pessoas que clicam para visitar um site depois de vê-lo nos resultados de pesquisa.
  • Porcentagem de rejeição – Quantidade de pessoas que entram e saem da web sem realizar nenhuma outra ação nela.
  • Tempo de permanência – Por quanto tempo o usuário navega em um site.

Conclusão

Embora ninguém além do Google saiba os segredos para ocupar a sua primeira página nos resultados de pesquisa, especialistas em SEO em todo o mundo vêm adivinhando e testando há algum tempo quais fatores de classificação são mais importantes. 

Saiba que há mais de 200 aspectos usados ​​pelo algoritmo de busca para classificar sites e páginas. Portanto, mantenha-se atualizado porque os fatores para rankear no Google estão sempre mudando.

Veja também: Como usar o Marketing de Relacionamento para vencer a concorrência